Centro de Inovação ACATE Primavera recebe prêmio nacional de arquitetura

Arquiteto Guilherme Moki, que mantém escritório em Florianópolis participou da premiação em São Paulo no último dia 21 de agosto

O projeto do Centro de Inovação ACATE - CIA Primavera foi vencedor do XII Grande Prêmio de Arquitetura Corporativa na categoria Retrofit. O projeto de autoria do escritório Guilherme Moki Arquitetura, em Florianópolis, foi premiado em um universo de 1098 profissionais de 19 estados brasileiros, inscritos em 20 categorias nesta edição do prêmio.

A entrega da premiação foi realizada na noite de 21 de agosto, no hotel Sheraton WTC, em São Paulo. O arquiteto Guilherme Moki e o engenheiro Daniel Alencar receberam os troféus. De acordo com a Flex, organizadora do Grande Prêmio de Arquitetura Corporativa, o evento é o maior da categoria na América Latina e único a premiar o cliente final juntamente ao escritório de arquitetura, reconhecendo também quem investe na arquitetura de qualidade.

 
Para o arquiteto Guilherme Moki, o prêmio é um grande reconhecimento do trabalho realizado no galpão que hoje abriga a sede da ACATE. “Ficamos muito honrados com a premiação, que além de ser a maior na América Latina na área de arquitetura corporativa, é reconhecida por toda a classe dos arquitetos e tem como participantes os melhores escritórios do país”. Ainda segundo Moki, ao projetar o CIA, a intenção era privilegiar áreas comuns, para que elas fossem grandes pontos de encontro e fortalecessem a comunicação entre pessoas de diferentes empresas. “Isso foi o foco central do projeto, criar um ambiente de contribuição, colaboração e troca de ideias, fortalecendo as empresas inseridas nesse ecossistema” ressalta.

O CIA foi inaugurado em 16 de março de 2015, em um ambiente idealizado para refletir uma nova filosofia de trabalho, baseada na colaboração, na troca de ideias e no uso racional dos recursos, além de fazer jus à evolução do setor tecnológico no Estado, em 29 anos de atuação da ACATE.

De acordo com Marcelo Gomes, investidor do CIA, foi um desafio para ele e toda a equipe responsável pelo desenvolvimento do prédio reconstruir um ambiente de forma a deixá-lo apto para fomentar a conexão entre as pessoas. “Essa conexão é o que os profissionais de tecnologia chamam de sinapse. O projeto do Moki foi muito feliz e conseguiu promover uma estrutura que favorece a integração, tão necessária aos empresários do setor tecnológico” afirma.

O projeto horizontal do Centro de Inovação ACATE ocupa um galpão de dois andares com amplo lounge para coworking e uma arquibancada que serve como ponto de encontro. O imóvel conta com serviços pay per use e infraestrutura de TI de alto padrão, em um espaço favorável à troca de ideias e aos negócios colaborativos. A recepção é compartilhada e 20 áreas para reuniões se espalham pelo complexo, com auditório e 32 salas. Conheça em detalhes o projeto arquitetônico do CIA.