Diretor de Inovação da FINEP apresenta novas formas de apoio à inovação tecnológica em Florianópolis

O encontro acontece dia 11.07, na ACATE, e divulga novas oportunidades que a instituição oferece, com destaque para o edital que oferece R$1 milhão para startups

Empresas de tecnologia de Florianópolis terão acesso a mais um incentivo para o seu desenvolvimento. A Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), junto com a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) e o Sindicato das Empresas de Informática Florianópolis (SEINFLO), realizam um evento para apresentar seus novos instrumentos de apoio à inovação para as empresas de TI. O encontro será no dia  11 de julho, às 9h30, no Centro de Inovação ACATE (CIA) Primavera. A participação nas palestras será gratuita por meio de inscrições neste link.

 

Para o evento, virão a Florianópolis o diretor de inovação, Márcio Girão, e o superintendente de inovação em defesa, energia e tecnologia da informação, André Nunes. Eles apresentarão os mecanismos de crédito da FINEP, as modalidades de investimento, editais e os novos programas da instituição voltados para startups e para o fortalecimento do mercado nacional de tecnologia.

 

André Nunes apresentará as condições de um novo edital para startups que viabiliza um aporte de R$1 milhão para as selecionadas. Após o investimento deste recurso e aplicação no desenvolvimento de novas soluções, a FINEP poderá exercer a opção de compra de parte da empresa. Nunes também mostrará ao público o programa de telecomunicações, que facilita a aquisição, por parte de empresas desenvolvedoras de tecnologias no Brasil, de equipamentos de telecomunicação. O superintendente destaca que estas iniciativas têm como objetivo fomentar a produção de tecnologia brasileira: “ é fundamental apoiar o desenvolvimento de novos produtos e processos para que a indústria brasileira possa crescer e alcançar maiores níveis de produtividade”.

 

A FINEP é uma empresa pública que financia projetos de inovação utilizando instrumentos reembolsáveis e não-reembolsáveis, além de efetuar operações de investimento tanto por meio de fundos quanto diretamente em empresas. O objetivo da financiadora é promover o desenvolvimento econômico e social do Brasil, auxiliando todo o ciclo de inovação, desde a pesquisa até a produção da solução e o fomento a demanda interna.