Segundo ciclo de aceleração do InovAtiva Brasil seleciona 18 finalistas catarinenses

Santa Catarina foi o segundo estado com maior número de startups escolhidas para a fase final - duas delas são desenvolvidas dentro do ecossistema do MIDI Tecnológico

Santa Catarina é o segundo estado com maior número de empresas selecionadas para a etapa final do programa de aceleração InovAtiva Brasil 2016.2. No total, 18 empresas catarinenses foram escolhidas para receber sete semanas de mentorias e capacitações online. Elas também participarão dos dois dias de treinamento intensivo antes do DamoDay InovAtiva, que acontece em 5 de dezembro e onde os negócios serão apresentados para uma banca de investidores. São Paulo foi o estado com mais empresas escolhidas para a fase final do programa: 28 das 125 startups são paulistas..

 

Das 300 startups que iniciaram o segundo ciclo de aceleração InovAtiva, duas incubadas do MIDI tecnológico,  incubadora gerida pela Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE)  e mantida pelo Sebrae/SC, passaram para a fase final do programa realizado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e executado pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI). O MIDI é responsável pelo desenvolvimento de 13% das empresas de tecnologia da Grande Florianópolis, região que concentra 37% do faturamento desse setor em Santa Catarina.  Oriundas do Polo Tecnológico de Florianópolis, que conta com um ecossistema estruturado de tecnologia e inovação, a Meu Carro e a Mister Van  chegaram a final do InovAtiva com soluções na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), setor de maior destaque no programa, com 45 empresas.

 

A Meu Carro desenvolve um aplicativo para celular vinculado às concessionárias de automóveis, para auxiliar motoristas no agendamento de serviços de manutenção. Já a Mister Van é uma plataforma baseada no princípio da economia de abundância voltada para o setor de transportes, que conecta viajantes em grupo e motoristas de forma simples, segura e econômica.  Felipe Kleinübing, cofundador e CEO da Meu Carro, destaca a importância de contar com o apoio da incubadora no aperfeiçoamento da solução:  “O ambiente criado pelo MIDI foi estratégico para chegar até a final, pois permite o acesso a diversos mentores, consultores, subsídios e outros auxílios que fazem grande diferença diante os desafios de gestão e validação dos modelos de negócios”.

 

InovAtiva

O InovAtiva tem como objetivo oferecer capacitação, por meio de cursos gratuitos, mentorias nacionais e internacionais, conexão com possíveis parceiros, investidores e grandes empresas, além de suporte para internacionalização das startups que chegarem até o final dos ciclos de aceleração. Para isso, a iniciativa é dividida em três etapas: na primeira, 300 soluções inovadoras foram aceleradas e dessas, 125 passaram para a segunda fase. Agora, as startups serão aperfeiçoadas e apresentadas para o mercado nacional e internacional. No final deste ciclo, as empresas eleitas poderão contar com vantagens nas chamadas de apoio financeiro a projetos de empresas com Institutos Federais de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, a “Chamada CNPq-SETEC/MEC – Apoio a Projetos Cooperativos de Pesquisa Aplicada e de Extensão Tecnológica”. Ainda estarão automaticamente classificadas na Qualificação, primeira etapa de avaliação do Edital SENAI SESI de Inovação. As finalistas também terão acesso ao Programa BNDES de apoio à micro, pequena e média empresa inovadora.

 

Sobre o MIDI Tecnológico

O MIDI Tecnológico foi contemplado três vezes com o Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador da Anprotec: eleito a melhor incubadora do Brasil para promoção da cultura do empreendedorismo em 2014; melhor incubadora do Brasil para o desenvolvimento local e regional em 2012; e melhor incubadora do Brasil para a Geração e Uso Intensivo de Tecnologias em 2008. A entidade já apoiou 88 empresas de base tecnológica e atualmente conta com 15 incubadas e quatro pré-incubadas.