Qual a melhor máquina de cartão para quem está começando a vender?

Qual a melhor máquina de cartão para quem está começando é a pergunta chave para iniciar as vendas. Deve entrar como um tópico de prioridade, porque hoje em dia não adianta vender apenas no dinheiro. Isso não é viável.

Adquirir uma máquina de cartão de crédito é indispensável, pois a maioria das pessoas utilizam como forma de pagamento o cartão. E, com isso surge a dúvida: qual escolher?

Os tipos variam e atendem diferentes necessidades de cada comércio. Vale a pena analisar todas as informações de cada maquininha e ver qual melhor se adapta. Então, para te ajudar, alguns modelos foram separados para fazerem parte deste artigo. Confira!

Qual a melhor máquina de cartão para quem está começando em 2022?

Não é uma tarefa muito difícil se analisar corretamente todas as propostas que surgem.

Antes, veja algumas vantagens que as maquininhas compartilham hoje em dia: Pessoas físicas podem adquirir; não depende de um mínimo de vendas; não tem burocracia na hora de cadastrar; têm taxas simples para compreensão; são dispositivos móveis e que podem ser vendidos em outros lugares; são as mais baratas e não contam com mensalidade ou taxa.

Qual a melhor máquina de cartão para quem está começando a vender

Para quem está começando é melhor não investir tanto, mas priorizar a qualidade. Não pode faltar um preço bacana e uma boa qualidade para durar por anos. Afinal, não é algo que se troca frequentemente. É um investimento para o negócio. Veja alguns exemplos:

SumUp Top

Essa é uma maquininha de cartão pequenininha e que pode receber as coordenadas pelo celular, via bluetooth, em vários dispositivos que estão no mercado atualmente. O funcionamento é por pilhas AAA, então não precisa ficar carregando na tomada.

Há algumas taxas que merecem atenção como: compra realizada no débito tem acréscimo de 1,9%, e no crédito tem taxa de 4,60% à vista mais 1,50%. O teste por trinta dias é permitido e se não funcionar para você, a empresa devolve o dinheiro.

PagSeguro Minizinha

O PagSeguro já é famoso no mundo inteiro, e com a maquininha mini não seria diferente. Ela não tem aluguel e tem cinco anos de garantia. Há um porém: ela aceita apenas os cartões que têm chip.

A taxa acrescentada de venda no débito é de 1,99% à vista e no crédito de 3,19% à vista. Caso seja no crédito e parcelado, a taxa é de 3,79%.

Cielo Mobile

A terceira é uma maquininha que não aceita vendas no débito e é utilizada no celular. Isso mesmo, é um aplicativo fácil de ser usado, precisando digitar apenas os dados do cartão. É como fazer compras online. Qual a melhor máquina de cartão para quem está começando? Cielo!

No entanto, as taxas são bem salgadas em comparação com as outras: no crédito, 4,05% à vista em até trinta e cinco dias é cobrado. Se for parcelado de duas a seis vezes, com a primeira parcela em trinta e um dias, a taxa é de 6,99%.

Agora, se for parcelado de sete a doze vezes com a primeira parcela em trinta e um dias também, a taxa é de 7,99%.

Qual a melhor máquina de cartão para MEI?

Já para MEI – Microempreendedor – algumas opções são melhores que outras.

venda com maquina de cartao de credito

Veja as maquininhas mais indicadas:

iZettle

Ela é sem aluguel, rápida e eficiente. O valor de aquisição é de doze vezes de quatorze reais e noventa centavos. E o diferencial dela é que realiza as transações com até 25% de agilidade.

Stelo Mini

Com certeza é uma das melhores, pois o valor cabe no bolso e ainda tem frete grátis e garantia. O comprovante não é impresso e sim notificado via SMS ou e-mail.

Mini Bin

Se você está à procura de aluguel zero, essa é uma das opções no mercado. A Mini Bin é direcionada especialmente para quem vende menos ainda.

Além disso, ajuda o proprietário na gestão do negócio. Para valores de taxas é necessário entrar em contato com a empresa.

Qual a melhor máquina de cartão para autônomo?

Os autônomos também precisam de máquinas de cartão. Por isso, veja:

Minizinha Chip 3

Para volume de vendas baixo. A bateria dura até seis horas. Custo de 12x de 8,90.

Minizinha NFC

Para volume de vendas baixo também. Mas, a bateria dura até quatro horas apenas. Custo de 12x de 4,90.

Moderninha Plus

Essa já é para quem tem volume de vendas médio. A bateria também dura até seis horas. Custo de 12x de 12,90.

Já sabe qual a melhor máquina de cartão para quem está começando? Ficou fácil decidir, não é mesmo? Com as dicas das maquininhas e analisando cada taxa, é possível chegar a uma boa conclusão e que ajude muito para alavancar as vendas da sua empresa.

Deixe um comentário